16th Oct 2008

  1. Sign in
    1. SOBRE O SOLO SAGRADO
      Filosofia
      Ao longo de três mil anos, a humanidade veio se afastando cada vez mais da Lei da Natureza, que é a Lei do Universo, a vontade de Deus, a Verdade.
      Movido pelo materialismo, que o faz acreditar somente naquilo que vê, e pelo egoísmo, que o leva a agir de acordo com sua própria conveniência, o homem tornou-se prisioneiro de uma ambição desmedida e inconseqüente e vem destruindo o equilíbrio do planeta, criando para si e para seu semelhante desarmonia e infelicidade.
      As graves conseqüências do desrespeito às Leis Naturais podem ser verificadas na agricultura, na medicina, na saúde, na educação, na arte, no meio ambiente, na política, na economia e em todos os demais campos da atividade humana. Essa situação já chegou ao seu limite. Se continuar agindo assim, é certo que o homem acabará destruindo o planeta e a si mesmo.
      O propósito da Filosofia de Mokiti Okada é despertar a humanidade, alertando-a para essa triste realidade. Ela cultiva o espiritualismo e o altruísmo, faz o homem crer no invisível e ensina que existem espírito e sentimento não só no ser humano, mas também nos animais, nos vegetais e nos demais seres.
      O Johrei, a Agricultura Natural e o Belo são práticas básicas dessa filosofia, capazes de transformar as pessoas materialistas em espiritualistas e as egoístas em altruístas, restituindo ao planeta seu equilíbrio original.
      Seu objetivo final é reconduzir a humanidade a uma vida concorde com as Leis da Natureza e construir uma nova civilização, alicerçada na verdadeira saúde, na prosperidade e na paz
      Um modelo de preservação do meio ambiente
      O Solo Sagrado implantou um sistema de Gestão Ambiental. A sua política ambiental está fundamentada na Filosofia de Mokiti Okada e se compromete com a melhoria contínua, a busca de sustentabilidade, a prevenção da poluição, a preservação da fauna e da flora locais e o desenvolvimento da educação ambiental.
      Uma reserva florestal na cidade grande
      Do terreno original do Solo Sagrado, mais de 10 hectares (100.000 m²) de floresta nativa foram preservados. Além disso, mais de 50 mil árvores foram plantadas em toda a área paisagística. Várias espécies foram encontradas: pau-brasil, pau-ferro, pau-mulato, ipê, manacá da serra, cássia, canela, peroba, palmito, jabuticabeira, goiabeira, cerejeira, quaresmeira, bromélia, orquídeas etc.
      Águas pluviais e pavimentações
      Os pavimentos das ruas foram construídos com blocos intertravados. Esses blocos são assentados sobre o solo compactado, que recebe uma camada grossa de areia. Dessa forma, parte da água da chuva se infiltra no solo, diminuindo assim a possibilidade de enchentes e erosões.
      Em todos os pisos e pavimentos externos há rede de captação de águas pluviais. A água que não se infiltra no solo, atavés dos pisos intertravados, é colocada através de galerias que chegam aos canais que descarregam na represa de Guarapiranga. Foram construídas escadarias hidráulicas, para haver o mínimo de impacto das águas sobre a represa.
      Águas e efluentes sanitários
      O Solo Sagrado está localizado à margem sul da represa de Guarapiranga, região da Mata Atlântica e considerada área de mananciais. Uma parte significativa da população de São Paulo utiliza água dessa represa.
      Pensando nisso, o Solo Sagrado construiu uma estação elevatório de esgoto e uma rede de tubulação de 6 km de extensão, para evitar os efluentes até a rede estadual de tratamento.
      Toda água utilizada no Solo Sagrado é proveniente de poços artesianos, não sendo consumida água da represa de Guarapiranga.
      Compostagem e cultivo orgânico
      No Solo Sagrado todo material orgânico, como folhas e aparas de grama, é transformado em composto orgânico, que por sua vez é utilizado como adubo natural no preparo dos jardins. Isto acontece porque dentro do Solo Sagrado não se emprega nenhum tipo de adubo químico ou agrotóxico.
      Viveiro de flores
      O viveiro de flores do Solo Sagrado produz aproximadamente 70 mil mudas de flores por mês, que são utilizadas para manter o local sempre florido, em todas as épocas do ano. São utilizadas sementes importadas para padronizar a produção.
      Por ser um viveiro certificado para o cultivo de flores orgânicas, não é utilizado nenhum tipo de fertilizantes, adubo químico ou pesticida.
      Educação ambiental
      No Solo Sagrado, a educação ambiental é oferecida aos visitantes de várias formas: visitas guiadas, filmes, exposições, oficinas, etc. Muitas escolas e universidades organizam visitas ao Solo Sagrado para que seus alunos visualizem um modelo de preservação do meio ambiente.

      Ontem acabou a Semana da Arquitetura e Engenharia....
      quem pena pq tava legal...fikar sem aula rs***

      beijos

More from feau_univap

  1. 27feau_univap
  2. 12feau_univap
  3. 11feau_univap
  4. 9feau_univap
  5. 8feau_univap
  6. 7feau_univap
  7. 7feau_univap
  8. 6feau_univap
  9. 5feau_univap
  10. 3feau_univap
  11. 3feau_univap
  12. 2feau_univap
  13. 2feau_univap
  14. 1feau_univap
  15. 30feau_univap