3rd Feb 2008

  1. Sign in
    1. Levo na voz o tom de cansaço que a repetição me obriga a pronunciar. Levo no peito a ferida vazia que o tempo não ajudou a sarar. Levo nos olhos as lágrimas desgastadas da sinceridade, que por respeito obriguei a secar. Levo nos lábios o gosto da repreensão da qual, não tens razão. Será que um dia vais deixar de despejar em mim todo o lixo que em ti depositam? Ou será que um dia me vais deixar de ver como um armazém onde confias todo o teu desespero?

More from only_if

  1. 27only_if
  2. 24only_if
  3. 22only_if
  4. 21only_if
  5. 17only_if
  6. 15only_if
  7. 9only_if
  8. 8only_if
  9. 2only_if
  10. 31only_if
  11. 30only_if
  12. 28only_if
  13. 23only_if
  14. 18only_if
  15. 13only_if
  16. 7only_if
  17. 3only_if
  18. 2only_if
  19. 1only_if