7th Sep 2004

  1. Sign in
    1. Deméter de belos cabelos, a augusta deusa, começo a cantar,
      a ela e a filha, a muito bela Perséfone.
      Salve, deusa! Conserva esta cidade, e dirige meu canto.
      Hino a Deméter (h.Hom. 13)
      Deusa da agricultura, representava os frutos obtidos com o cultivo da terra, de forma geral, e notadamente o trigo. Não deve ser confundida com Gaia, que representa a terra como princípio cosmogônico.

      Origem
      Ligada diretamente à fertilidade da terra cultivada, Deméter é uma antiquíssima deusa-mãe cuja origem deve remontar, no mínimo, ao Neolítico.

      Não há menção a Deméter nas tabuinhas micênicas, mas é possível que alguns pinturas murais se refiram a ela e há, também, uma inscrição minóica em Linear A, ainda não decifrada, a mencione. Em Homero, ela já aparece diretamente associada ao trigo (Il. 13.322).

      Para os gregos, ela era filha dos titãs Crono e Réia, nascida logo depois de Héstia, e portanto irmã de Zeus, Hera, Poseídon e Hades.


      Mitos
      Deméter teve uma filha com Zeus, Perséfone. Perseguida por Poseídon, tentou escapar dele na forma de égua, mas o deus se transformou em cavalo e uniu-se a ela; algum tempo depois, Deméter deu à luz um cavalo rapidíssimo, Aríon, que ficou famoso durante a luta dos Sete Contra Tebas. Consta que ela teria se unido também a Iásion, um dos filhos de Zeus, em cima de um campo três vezes lavrado (Hes.Th. 971) e gerado Pluto, a riqueza.

      Deméter está associada principalmente à história do rapto de Perséfone. Certo dia, Hades se apaixonou pela jovem Perséfone e, com a conivência de Zeus raptou-a enquanto brincava com as ninfas e levou-a para seu reino subterrâneo. Alertada por um grito da filha, Deméter começou a procurá-la por todo o mundo, com um archote aceso em cada mão. Após vários dias de busca encontrou Hécate, que ouvira Perséfone gritar mas não vira quem a levara; Hélio, porém, que tudo vê, revelou a identidade do raptor...

      Enfurecida, Deméter recusou-se a voltar ao Olimpo sem a filha querida e a exercer suas funções divinas. Assumiu o aspecto de uma velha e pôs-se a serviço de de Céleo, rei de Elêusis, que encarregou-a de cuidar do jovem Triptólemo, seu filho. Deméter afeiçoou-se ao menino e tentou torná-lo imortal, colocando-o periodicamente no fogo. Surpreendida porém numa das "sessões de imortalização" pela assustada Metanira, mãe do menino, não pôde completar o processo. Revelou-se então aos assustados reis e confiou a Triptólemo a tarefa de espalhar pelo mundo a cultura do trigo.

      Enquanto isso a terra permanecia estéril, pois sem Deméter nada do que era plantado crescia. Perturbada a ordem natural, Zeus teve de intervir junto a Hades para libertar Perséfone e aplacar a mãe enfurecida. Perséfone, entretanto, já desfrutara da hospitalidade de Hades e comera uma rom㠗 o que a associava permanentemente ao reino subterrâneo — e os deuses envolvidos tiveram de negociar.

      Perséfone tornou-se esposa de Hades, e rainha dos mortos; Deméter reassumiu suas tarefas divinas; e, a cada primavera, Perséfone deixava o Hades e se reunia com a mãe, no Olimpo, para que nessa época a terra cultivada desse seus frutos.

      Desde a Antigüidade esse mito era visto como uma alegoria: Perséfone era o grão semeado, colocado embaixo da terra para se desenvolver e despontar durante a primavera sob a forma de novos frutos...

      Iconografia e culto
      Deméter era representada geralmente com archotes ou uma espiga de trigo, às vezes acompanhada de uma serpente; seu mito se liga tão estreitamente ao de Perséfone que as duas são muitas vezes representadas juntas. Em muitos lugares mãe e filha eram chamadas simplesmente de "as duas deusas".

      A deusa era largamente cultuada, especialmente na Arcádia, na Sicília e em Cnidos. Estava associada também aos famosos Mistérios de Elêusis, culto de mistérios de origem pré-helênica. Em toda a Grécia as Tesmofórias, festival aberto exclusivamente às mulheres, era celebrado no outono em sua homenagem.

      Tai Celo mais uma, tas brotando deuses aqui né!
      Um abraço do Dragão a todos!
      Só tem mendoim!
    2. `0.0`Pô !!!tái uma outra deusa q conhecia pouquíssimo!DeméterHistória muito viajante né??Mas valeu por postar continua q tá muito bacana esses posts inclusive no seu outro flog!!"For the Lich King!!"
    3. isso no cetro eh um milho?
    4. ke nindawww..^^-:***********~~ bxo`SsS
    5. hehe koudelkabr na áreaaaaaaa rssrrs prontinnnn ;******
    6. Dragão que gracinha!!!! acho tao lindin esse apeliduuuuuuuu!!!põe foto de dragões aeeeee!!!eu tenho umas lindas aqui..hun ja seiiiiiiiii vc conhece o meu outro flog nao conhece?http://www.fotolog.net/silentcriesHehe eu tive uma idéia...té mais!!!! ;****
    7. Oi Dragão....falta muito pra eu ficar cobra como voce no photoshosp...mas instalei um novo programa de fotos..muito 10...Beijocas d vovo MarlenO e o churras??Ah..a Flavinha ta me enchendo o saco pra eu comprar uma webcam so para ele ficar falando com o arthas..rs.rs.rs. (brincadeirinha)..Beijocas
    8. nossa.. qnta cultura num lugar soh =]beijinhuxxxxxxxx d minduim intaum:*************~~~~~~~~

More from tyamat

  1. 2tyamat
  2. 30tyamat
  3. 28tyamat
  4. 23tyamat
  5. 20tyamat
  6. 17tyamat
  7. 15tyamat
  8. 14tyamat
  9. 13tyamat
  10. 12tyamat
  11. 20tyamat
  12. 19tyamat
  13. 6tyamat
  14. 5tyamat
  15. 3tyamat
  16. 2tyamat
  17. 1tyamat
  18. 31tyamat
  19. 29tyamat
  20. 28tyamat
  21. 26tyamat
  22. 25tyamat
  23. 24tyamat