11th Oct 2005

  1. Sign in
    1. Ídolo nos anos 90, Bismarck vive ponte Brasil-Japão

      Bismarck foi um meia-atacante muito habilidoso, revelado pelo Vasco no fim dos anos 80.

      Seu sucesso veio logo cedo, tanto é que disputou três mundias pelas seleções de base do Brasil e ainda a Copa do Mundo de 1990, com a principal. O jogador seguiu, nos anos seguintes àquela Copa, com sua carreira para o Japão. Foi ídolo durante anos, mas não esquece quem talvez de fato tenha viabilizado o sonho no oriente: Zico.

      Bismack lembra que o Galinho foi para o futebol japonês numa época em que ainda não existia o profissionalismo e jogou em campos de barro, ou terra batida, nas condições que muitos craques de hoje não aceitariam.

      - Zico é uma figura exemplar. Tivemos algum desentendimento, coisa normal do futebol, mas superamos e hoje somos grandes amigos. Sou admirador de Zico e posso garantir que, sem ele, tantos brasileiros não teriam brilhado no futebol japonês. Tenho muito respeito por ele, que é o verdadeiro desbravador do Japão - afirmou.

      Como o próprio Bismarck lembrou, houve um "pequeno problema" entre os dois. Tudo aconteceu na decisão de um dos primeiros campeonatos nacionais do Japão, entre o Verdy, de Bismarck, e o Kashima, de Zico. O Verdy levou a melhor e Zico deixou a final (expulso) muito nervoso. Atacou publicamente a Bismarck (que é evangélico) por causa de um desentendimento em campo. Chegou a dizer que o jogador não agia de acordo com o que prega sua religião.

      Anos depois, mais calmo, Zico mandou a Bismarck um convite para a inauguração do CFZ, seu clube no Rio. Bismarck foi, os dois conversaram longamente e fizeram aos pazes. Depois disso, Zico contratou Bismarck para o Kashima, onde o jogador também brilhou.

      Hoje, Bismarck já deixou os gramados e vive no Brasil. Mora em Niterói, no Rio, e tem escritório na Barra da Tijuca. É sócio de uma empresa, com o ex-atacante Jorge Machado (Flu, nos anos 80). A empresa dos dois transaciona direitos de jogadores e assessoria alguns deles.

      O ex-jogador quase não pára no Brasil, pois vive, intensamente, no eixo Brasil-Japão-Europa, intermediando a colocação de jogadores.

      Copa América

      Em 89, o Brasil bate o Uruguai no Maracanã por 1 a 0 e leva a taça. Foi o único título de Bismack (que era banco) pela Seleção principal. Ele ainda foi à Copa de 90.

      No Morumbi

      Vasco é campeão brasileiro batendo o São Paulo por 1 a 0, gol de Sorato, no estádio do Tricolor. Bismarck era destaque no time.

      Primeiro no Japão

      Em 1993, o Verdy Kawasaki se sagra campeão japonês, ao vencer o Kashima Antlers de Zico por 2 a 0 na decisão.

      Casa nova

      Em 1998, já atuando pelo Kashima, Bismarck sagra-se novamente campeão japonês, desta vez batendo o Jubilo Iwata, que era capitaneado por Dunga.

      FICHA TÉCNICA

      Nome: Bismarck Barreto Faria
      Nascimento: 17/09/1969
      Local: São Gonçalo (RJ)

      Clubes:
      1978 a 1987 - VASCO (categorias de base)
      1987 a 1993 - VASCO
      1993 a 1996 - Verdy Kawasaki-JAP
      1997 a 2002 - Kashima Antlers-JAP
      2002 - Fluminense-RJ
      2003 - Goiás- GO
      2003 - Kobe-JAP

      Títulos:
      1987 - Campeonato Carioca - VASCO
      1988 - Campeonato Carioca - VASCO
      1989 - Campeonato Brasileiro - VASCO
      1989 - Copa América - Seleção Brasileira
      1992 - Campeonato Carioca - VASCO
      1993 - Campeonato Carioca - VASCO
      1993 - Campeonato Japonês - Verdy Kawasaki
      1994 - Campeonato Japonês - Verdy Kawasaki
      1996 - Copa do Imperador - Verdy Kawasaki
      1997 - Copa do Imperador - Kashima Antlers
      1998 - Campeonato Japonês - Kashima Antlers

      DESEMPENHO NO VASCO

      Jogos: 300
      Vitórias: 171
      Empates: 84
      Derrotas: 45
      Gols: 108
      Média de gols: 0,36

      Primeiro jogo: 29/08/1987 - Operário de Várzea Grande-MT 0x4 Vasco - Amistoso
      Primeiro jogo oficial: 06/11/1987 - Santos-SP 0x0 Vasco - Brasileiro
      Último jogo: 26/06/1993 - Vasco 1x1 Botafogo-RJ - Rio-São Paulo

      Primeiro gol: 06/12/1987 - Combinado de Codó-MA 0x6 Vasco - Amistoso
      Primeiro gol em jogo oficial: 07/03/1988 - Vasco 4x1 América-RJ - Estadual
      Último gol: 14/05/1993 - Vasco 2x0 Ceará-CE - Copa do Brasil

      Maior placar: 13/02/1988 - Combinado de Petrópolis 11x0 Vasco - Amistoso
      Maior placar em jogo oficial: 20/04/1990 - Vasco 7x0 Cabofriense-RJ - Estadual
      Pior placar: 08/08/1992 - Porto-POR 5x1 Vasco - Torneio Cidade do Porto

More from vascao2004

  1. 17vascao2004
  2. 16vascao2004
  3. 15vascao2004
  4. 13vascao2004
  5. 12vascao2004
  6. 11vascao2004
  7. 10vascao2004
  8. 9vascao2004
  9. 8vascao2004
  10. 7vascao2004
  11. 6vascao2004
  12. 5vascao2004
  13. 11vascao2004
  14. 10vascao2004
  15. 9vascao2004
  16. 9vascao2004
  17. 8vascao2004
  18. 7vascao2004
  19. 7vascao2004
  20. 6vascao2004
  21. 5vascao2004
  22. 4vascao2004
  23. 4vascao2004